O oceano no fim do caminho – Neil Gaiman

oceanokindleUm homem viaja para o enterro de um familiar. Voltar a casa nunca é fácil, e a reunião familiar fica ainda mais pesada quando é necessário lidar com a morte. Nessa situação, o personagem principal de O oceano no fim do caminho toma a atitude mais humana, ele foge. Passa a casa onde deveria estacionar o carro para encarar convidados prontos a declarar sua dor e continua dirigindo até o fim do caminho, onde começa a lembrar de uma amiga que fez quando criança, será que a família ainda mora lá?, e da própria infância.

É aqui que Neil Gaiman mostra por que carrega uma legião fiel de fãs, um menino de 7 anos narra os acontecimentos de sua infância, mágicos e mundanos, desde que conheceu Lettie, uma menina de 11 anos que morava no fim da estrada que levava à casa de seus pais. A relação silenciosa com o pai, é de chorar quando a criança assume saber que não é aquilo que o pai desejou, os problemas financeiros da família, o isolamento em Sussex, Inglaterra, e um adultério.

A narrativa é calma e sombria, a morte que aparece no começo já dá o tom do livro: vamos ver momentos mágicos, mas ficaremos melancólicos com todos eles. Falando em mágica, não espere uma explicação “verossímil” de todos esses momentos, o narrador aceita tudo com quase nenhum questionamento. Li uma resenha que fala sobre isso de uma maneira bem bacana, já que essa aceitação coincide bem com o sentimento de desamparo de ser uma criança, um ser que está sempre sujeito aos desejos e decisões de um mundo adulto e incompreensível.

O livro é sobre crianças que cruzam as barreiras do nosso mundo e entram em um lugar de monstros, magia, conhecimento e confronto. Mas é também sobre um adulto que lembra de sua infância. Deve ser por isso que Gaiman não quer que o romance seja rotulado como voltado ao público jovem, e sim como um romance para todas as idades.

Toda a construção emocional do menino de 7 anos leva o leitor a uma identificação quase incômoda. É como se você soubesse que está sendo manipulado, mas não conseguisse entender como. Nas primeiras páginas, cheguei a achar que o livro podia não engrenar (já que não gosto de narradores infantis), mas antes da metade já estava tão absorta que me senti como o verme que o menino tira do pé – alguém estava me enrolando, eu podia sentir, e era só esperar a hora do puxão final.

Para terminar, a melhor frase para resumir meus sentimentos como leitora foi a da Anica: “Neil Gaiman, seu puto, devolve meu coração.”

Título original: The ocean at the end of the Lane
Tradução: Renata Pettengill
Editora: Intrínseca
Ano de lançamento: 2013
Número de páginas: 208
Neil Gaiman e Amanda Palmer

Neil Gaiman e Amanda Palmer

*Para quem não sabe, ando sumida porque comecei a ler as Crônicas de Gelo e Fogo, e isso vai me tomar algum tempo. Mas não consegui resistir quando vi o livro (com lançamento simultâneo Brasil-EUA) do Neil Gaiman em pré-venda na Amazon. Primeiro, queria dizer que foi um trabalho super bacana da Intrínseca bancar essa ideia do lançamento simultâneo. E segundo, que eu não gostei muito de Deuses Americanos… Não me entendam mal, tinha acabado de reler Sandman e fui atrás de Deuses com muita vontade. Acho que foi esse sentimento que atrapalhou a leitura. Tanto é que não li ainda Filhos de Anansi. Mas me senti abraçada quando li esse post da Amanda Palmer dizendo que ela também não tinha amado Deuses. 

Anúncios

19 pensamentos sobre “O oceano no fim do caminho – Neil Gaiman

  1. Pingback: Leituras e compras: resumo de junho em vídeo | ao rés do chão

  2. Oi, Luara. Sou fã de Gaiman e gosto de tudo que ele escreve, principalmente, seus contos. Este livro foi muito elogiado em resenha da folha, gostaria de saber se vc acha que pode ser considerado o melhor livro de Gaiman, um dos mais autores de literatura fantástica, mais interessantes da atualidade. Um abraço.

  3. Ahhh, fiquei com vontade! Li pouco do Gaiman mas o que li gostei. Não Amei, mas fiquei com vontade de ler mais!
    Luara, você vai ler as Crônicas todas de uma vez? Queria muito fazer isso mas tenho medo da orfandade depois…
    Beijinho!

    • Então, menina, eu até queria ler todas de uma vez, mas não sei se dou conta… Queria ler pelo menos até o livro 3 antes da próxima temporada da série começar (pq essa última terminou na metade do terceiro livro).

  4. Também comecei a ler “As Crônicas de Gelo e Fogo”. :) Demorei a pegar o primeiro livro para ler porque comprei aquela versão pocket americana, sabe? E os livros meio que me assustaram por serem gigantes. Sei lá, achei que seria uma leitura meio lenta, mas eu não poderia estar mais enganado! Estou devorando o primeiro livro. :D

    http://www.queridoslivros.blogspot.com

  5. Oi Luara, tá sumida mesmo rsr! Eu gosto de narradores infantis! Fiquei com muita vontade de ler o livro porque me identifiquei demais com o personagem adulto tentando fugir da situação… foi bem essa minha vontade quando aconteceu comigo… Entrou prá lista! Bjão da Isa – LidoLendo.

  6. Ótima dica, vai pra minha lista de desejos, apesar de eu também ficar ressabiada com o fato de se tratar de um narrador infantil. Obrigada.

  7. Oi, Luara! Acompanho seu blog, mas é a primeira vez que comento. Adorei sua resenha! Também adorei o livro… terminei de ler super rápido. Achei impossível parar! Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s