Sex Criminals – Matt Fraction e Chip Zdarsky

*Essa série de quadrinhos não é indicada para menores de 18 anos*

sex-criminals-vol-01-releasesAndo num caso de amor com a editora Image Comics. Depois de ler Saga, fui procurar outro quadrinho para me apaixonar, a indicação de um amigo se juntou à lista de indicados ao prêmio Eisner e comecei a ler Sex Criminals. Tudo que eu sabia sobre ele é que os dois personagens principais conseguiam parar o tempo quando atingiam o orgasmo. Premissa interessante, vai. Não gosto de pegar séries muito no começo (essa, por exemplo, só tem 5 números e 1 encadernado, o número 6 está previsto para 18 de junho de 2014), mas dei um desconto pelo tema inusitado. Também nunca tinha acompanhado nada dos dois autores, mas o título estava me chamando.

Logo no primeiro número conhecemos Suzie, uma bibliotecária [insira fetiches aqui] que descobriu seu super-poder ao enfrentar a morte do pai. Para fugir de uma casa cada vez mais depressiva e melancólica, Suzie escapa para o seu mundo particular do orgasmo. Ao tentar dividir a proeza com as meninas mais badass da escola, ela percebe que mesmo elas não falam sobre o assunto. Só nesse primeiro número já dá pra discutir várias coisas sobre sexualidade feminina na adolescência, slutshamming e formas de encarar o sexo. Mas a coisa ainda vai melhorar.

Suzie

Suzie

Quando Suzie conhece Jon, ela acaba descobrindo que não está sozinha em seu super-poder. Jon também consegue parar o tempo quando chega ao orgasmo. A descoberta dele foi um pouco menos traumática, mas trouxe um elemento novo para o relacionamento, ele fez alguma coisa com esse tempo congelado. Jon visitava sua loja preferida nesses momentos, e pela primeira vez os dois passam o tempo congelado fazendo algo.

Sex-Criminals-top

É desse ponto que surge a ideia: mas não seria possível fazer alguma outra coisa com esse tempo? Jon trabalha no mesmo banco em que o pai de Suzie morreu e que vai fechar a biblioteca em que ela trabalha, a continuação é cada vez mais lógica, é preciso roubar o banco. Chegamos ao criminal do título.

sex-criminals-2

O assunto “mulheres nos quadrinhos” é sempre complicado (se eu fosse você, acompanharia essa página aqui) e quase sempre o personagem feminino aparece nos principais quadrinhos como uma imagem de sexo, de uma visão bem irreal de sexo: roupas que parecem biquinis, seios biologica e geometricamente impossíveis. Os homens também, principalmente em quadrinhos de super heróis, tendem a ser musculosos, machões e violentos, mas são as mulheres que acabam na posição peito-bunda. Então achei muito bom quando um quadrinho resolve falar de sexo e super-poderes a partir de um ponto de vista diferente. O roteirista, Matt Fraction, fez uma boa pesquisa sobre sexualidade feminina antes de começar a escrever e conseguiu entregar um quadrinho muito bem-feito, engraçado e cativante sobre sexo e super-poderes.

“This isn’t a book designed to get you off. It’s a comedy that deals with how embarrassing, scary, and awesome sex can be for both men and women—as told through the eyes of a modern-day Bonnie and Clyde with a Masters-and-Johnson getaway tactic. And in the comics industry, where sex is primarily deployed as fodder for juvenile titillation, a comic about sex that manages to be both mature and funny is something of an anomaly—and an important one.” – Wired

É possível comprar os quadrinhos de forma digital através da Comixology. Também dá para encomendar os exemplares físicos na Amazon gringa. Ou encontrá-los no mar chamado Google :)

  • Sex Criminals
  • Roteiro: Matt Fraction
  • Desenhos: Chip Zdarsky
  • Editora: Image Comics
  • Ano: 2013 – atual
Anúncios

4 pensamentos sobre “Sex Criminals – Matt Fraction e Chip Zdarsky

  1. Eu li os dois primeiros capítulos pelo comixology bem quando começou a sair, mas gostei bastante, e acabei optando por esperar e ler o resto no impresso. Dito e feito, comecei o mês lendo ele (que chegou 30 de junho) e adorei.
    Você já leu o Chew? É hilário e recomendo muito!
    Beijos,
    Thiago – http://gentlegeek.blogspot.com

  2. Luara,
    Gostei muito da proposta da HQ. Li sua resenha sobre Saga e me interessei mais por ela, apenas por ser sci-fi propriamente dita e tudo mais, mas essa mistura do sexo com super-poderes parece muito interessante mesmo.
    Assim que possível, pretendo conferir. Achei os quadrinhos usados no post muuuuito legais e engracados, rsrs.
    Beijos
    PS: apaixonado pelo seu blog e pelo seu gosto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s